"O amor cura tudo", M. Klein.
O amor incondicional, a contingência que damos e recebemos é aquilo que nos faz sentir o quanto somos importantes.
"O amor pela palavra"

terça-feira, 1 de outubro de 2013

O que é a terapia EMDR?

Conhecida por EMDR - Eye Movement Desensitization and Reprocessing, esta Terapia quer dizer Dessensibilização e Reprocessamento através do Movimento Ocular. 
Trata-se de um método de dessensibilização e reprocessamento de experiências emocionalmente traumáticas por meio de estimulação bilateral do cérebro, a qual promove a comunicação entre os dois hemisférios cerebrais. 
O processamento natural da informação é reposto e assim após uma sessão com EMDR, a percepção psicosensorial já não se manifesta como antes quando o acontecimento traumático é trazido à mente.
As memórias ainda são recordadas mas o efeito perturbador desaparece. O EMDR recria o que acontece naturalmente durante o sonho ou o sono na fase REM (Rapid Eye Movement) e pode ser encarado como uma terapia de base fisiológica, que ajuda a pessoa a encarar e viver os traumas de uma forma nova e sem os efeitos perturbadores. É um poderoso método psicoterapêutico. Um número substancial de estudos científicos já provou a eficácia do EMDR.
Os resultados destes estudos indicam que o EMDR é muito eficiente, e que os resultados são duradouros a longo prazo!

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Oferta de 1ª Consulta de Psicologia (Crianças e adultos)

Durante os meses de Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro, como forma de assinalar a abertura do meu novo espaço de Psicologia, a 1ª Consulta de Psicologia, seja para crianças ou adultos, será totalmente gratuita. 

Para marcar a sua consulta, pode contactar-me através do Tel. 963920675 ou email: margaret27.almeida@hotmail.com.

O novo espaço situa-se na Rua da República nº 202, Edifício FozCenter, gabinete 14. Figueira da Foz.

Pode também visitar o meu novo site em: http://margaret27almeida.wix.com/margaretalmeidapsi 

Abertura Consultório de Psicologia - Margaret Almeida

Se sente necessidade de acompanhamento psicológico/psicoterapêutico, mas ainda não o procurou por razões financeiras, tenho a solução para si.
Decidi adaptar o preçário a pensar em si, de forma a poder apoiar todos aqueles que necessitam.

SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS
- Avaliação Psicológica
- Ludoterapia (crianças)
- Psicoterapia (Adolescentes e Adultos)
- Apoio Psicopedagógico
- Apoio Escolar: 1º  ao 9ºano/ Estudo Acompanhado
- Orientação Pessoal e Parental
- Orientação Escolar e Profissional
- Habilitação Neuropsicológica
- Terapêutica EMDR: Depressão, Stress pós-traumático, etc.

ÁREAS DE INTERVENÇÃO:
Consulta de Psicologia Clínica e Psicoterapia com crianças, adolescentes, adultos e idosos
Problemas Conjugais
Criação de Métodos de estudo
Depressão/ Ansiedade/ Stress
Crises de pânico/ Stress pós-traumático
Perda e Luto
Avaliação Psicológica
Consulta de Orientação Escolar e Profissional
Consultas ao Domícilio e Onlline

Localização: Edifício FozCenter, Rua da República 202, Escritório 14.

quinta-feira, 27 de junho de 2013

O que são Terrores Noturnos?

Várias são as problemáticas que podem afetar o sono das crianças. Geralmente, não são graves e passam com a idade, mas é preciso dar-lhes atenção e ajudar a criança a ultrapassá-los. Por este motivo hoje vamos falar de Terrores noturnos.
O terror noturno afeta 3% das crianças e tem uma importante componente familiar. Ocorre com maior frequência entre 5 e 7 anos de idade. Estes terrores podem durar de 30 segundos a 5 minutos, sendo raramente mais longos e as crianças voltam a dormir em seguida. Tais ataques de terror noturno tendem a ocorrer no início da noite, fato que os diferencia dos pesadelos que ocorrem sobretudo no final da noite de sono.

Definem-se os terrores noturnos como um distúrbio caracterizado pelo despertar abrupto que pode ser iniciado por um grito de pânico, choro ou vocalizações incoerentes. A criança pode estar sentada na cama e apresentar uma expressão aterrorizada apresentando sinais de ansiedade como taquicardia, respiração rápida, rubor cutâneo e até dilatação das pupilas.
As primeiras vezes que os pais se confrontam com um episódio de terrores noturnos estes são sentidos como assustadores, pois encontram o seu filho em sobressalto, uma ou duas horas após ter adormecido, com sinais de agitação, muitas vezes a gritar de olhos abertos, com o olhar fixo e movimentos descoordenados, sem responder aos seus apelos para se acalmar, o que deixa os pais extenuados e perturbados, sem saber como agir.
Quando o episódio termina, a criança volta a adormecer e não se recorda do que se passou.

Muitas vezes, os terrores estão relacionados com algo assustador ou invulgar que ocorreu durante o dia, ou ainda, relacionados com mudanças importantes na vida da criança, tais como entrada no infantário, nascimento de um irmão, ausência de um dos pais, entre outros.

Pondo isto, o que fazer perante um episódio deste género?
1. Não tente acordar a criança, uma vez que esta não o irá ouvir e poderá, ficar mais agitada se se intrometer no terror
3. Não fale sobre o assunto no dia seguinte, uma vez que a criança não se lembra do episódio;
4. Reduza as situações de tensão durante o dia da criança;
5. Estabeleça uma boa rotina de sono, evitando a fadiga;


 Com o passar dos anos sabe-se que os terrores acabam por diminuir e tal como apareceram desaparecem espontaneamente. No entanto a família deve procurar ajuda caso esta situação seja recorrente.
Deixo também algumas sugestões que podem ajudar na prevenção destes terrores noturnos:
- Deixar uma luz de presença e a porta aberta;
- Reconfortar e abraçar a criança antes de adormece-la;
- Pode utilizar o peluche preferido dele e referir que este o protege enquanto dorme;
- deve falar com a criança e verificar com ele que no quarto não existem possíveis monstros.
- Criar um ambiente calmo e confortável no quarto;

- Não expor a criança a situações que lhe causem medo.